Topo

São Paulo terá frio e chuva a partir desta terça-feira

A mínima na capital paulista pode chegar a 13ºC ainda nesta terça-feira - FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDO
A mínima na capital paulista pode chegar a 13ºC ainda nesta terça-feira Imagem: FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDO

Ana Paula Niederauer

13/08/2019 09h56

Apesar do calor do início desta terça-feira (13) uma frente fria que se propaga sobre o oceano traz mudança no tempo a partir da tarde e poderá provocar pancadas de chuva em vários locais do litoral, da capital e do interior do estado de São Paulo. A mínima na capital será no final do dia desta terça com previsão de 13ºC e máxima de 21ºC.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no litoral e no sudeste do estado de São Paulo o tempo ficará nublado e os percentuais de umidade do ar se elevam com os menores valores próximos dos 50%.

No interior a umidade do ar estará baixa apesar do tempo parcialmente nublado, pois as nuvens estarão altas. A frente fria atravessa o estado de sudeste para noroeste e no leste as temperaturas diminuem acentuadamente com a entrada dos ventos de sul, por volta do meio-dia.

Nesta quarta-feira (14), o tempo ficará nublado e chuvoso na faixa leste, inclusive na capital, onde as temperaturas continuarão baixas ao longo do dia. Os termômetros devem oscilar entre 10ºC na madrugada e 14ºC no início da tarde.

A frente fria deve se afastar do estado durante a quinta-feira (15) quando cessam os ventos de sul, o sol deve predominar e as temperaturas voltam a subir, inclusive na capital. O amanhecer será frio e ocorre geada isolada na Mantiqueira.

Na sexta-feira (16) o amanhecer será ainda mais frio e ocorre geada na Mantiqueira. Continua a gradativa elevação nas temperaturas durante o dia e a umidade do ar permanece baixa.

Vento paralisa travessia da balsa no litoral

Os ventos fortes na manhã desta terça-feira paralisaram a travessia de balsa entre São Sebastião e Ilhabela, no litoral norte de São Paulo. Não há previsão para retomada da operação.

Segundo a Dersa, o serviço foi interrompido no canal às 7h40, por questões de segurança, em cumprimento à norma da Marinha, quando foram registrados ventos de 59km/h. Há registros de rajadas ainda mais fortes, de 68,5 km/h. A travessia só pode ser feita com ventos no limite de 46km/h.

Mais Cotidiano