Cidade de Como recebe exposição inédita de surrealista grego

SÃO PAULO, 24 FEV (ANSA) - A partir do próximo dia 5 de março a cidade italiana de Como, localizada na região da Lombardia, receberá uma exposição inédita do artista grego Petros Papavassiliou, grande nome do surrealismo europeu.   


No medieval Palazzo Broletto, estarão reunidas mais de 80 obras do pintor, algumas delas nunca antes mostradas ao público, selecionadas e distribuídas pelo espaço pelas curadoras Piera Gatta e Michela Papavassiliou.   


Petros nasceu em 1928 em Atenas e, durante toda sua vida, ficou conhecido como um dos maiores artistas contemporâneos da Grécia e da Europa por suas telas surrealistas e abstratas e pela grande quantidade de prêmios ganhos em bienais e salões de arte durante o século 20.   


Junto a outros pintores da época, como Max Ernst, Sebastian Matta e Victor Brauner, o grego fez parte da renomada galeria de Alexander Iolas, que foi responsável pela descoberta de outros grandes nomes do surrealismo, como o espanhol Salvador Dalí, o belga René Magritte e o italiano Giorgio de Chirico.   


Apaixonado pela Itália, o pintor costumava visitar o lago de Como durante o verão para criar, principalmente na região do Sacro Monte di Ossuccio. A cidade de mesmo nome, aliás, é onde repousa o corpo de Petros, que faleceu no dia 12 de setembro de 2014.   


A mostra "Petros. Radici Celesti" está sendo realizada com o apoio da Assessoria de Cultura de Como e sendo patrocinada pelo Edi.Artes, pela Comissão Nacional da Unesco e pelo Consulado Geral da Grécia em Milão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos