Ecclestone renova contrato e GP da Itália é mantido em Monza

ROMA, 31 AGO (ANSA) - O prefeito da região de Lombardia, Roberto Maroni, anunciou nesta quarta-feira (31) a renovação de contrato com o presidente da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, para manter o GP da Itália 2017 em Monza.   


Desde 1981, o GP italiano acontece na tradicional e veloz pista de Monza, mas o contrato do autódromo com a Formula One Management (FOM), empresa que administra a categoria, estava incerto.   


"Nós trabalhamos duro para definir o contrato de renovação para o Grande Prêmio de Monza com Bernie Ecclestone. Nas próximas horas, os advogados vão trocar as últimas considerações em Londres", disse Angelo Sticch Damiani Angelo, presidente do Automóvel Clube da Itália (ACI).   


A região de Lombardia, na qual está localizado o autódromo de Monza, investirá 70 milhões de euros na reforma do parque.   


"Nós decidimos investir no Parque de Monza, que, aliás, vamos propor para concorrer como Patrimônio Mundial da Unesco. Mas, isso não bastava para ajudar a Automóvel Clube da Itália (ACI) a fechar negócio com o Ecclestone. Incluímos um adicional de 20 milhões de euros para renovar e revitalizar o parque e o circuito como uma atração internacional", afirmou Maroni.   


No ano passado, Ecclestone havia ameaçado tirar Monza da F1 para levar o GP da Itália para San Marino, fora do calendário desde 2006. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos