Avião com time da Chapecoense sofre acidente na Colômbia

BOGOTÁ, 29 NOV (ANSA) - O avião que levava o time da Chapecoense sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), na Colômbia, com 81 pessoas a bordo, sendo 72 passeiros e nove tripulantes. Entre as pessoas que estavam na aeronave, haviam jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas. O avião era um British Aerospace 146 gerenciado pela companhia boliviana Lamia. Ele teria desaparecido do radar e feito um pouso forçado, devido a uma falha elétrica, em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión. Fontes locais dizem que a aeronave estava a apenas cinco minutos de voo do aeroporto mais próximo, mas o piloto decidiu arriscar o pouso antes. Ele teria, inclusive, esvaziado os tanques de combustível para evitar uma explosão. O avião, que havia decolado de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, tinha como destino final o município colombiano de Medellín, onde a Chapecoense disputaria a final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, amanhã à noite. Era a primeira final de campeonato que a equipe, natural de Santa Cataria, jogava no exterior. Ainda não há informações finais sobre os passageiros. De acordo com balanços preliminares, ao menos quatro atletas da Chapecoense foram resgatados com vida, além de uma comissária, até o momento. Eles foram identificados como o lateral-esquerdo Alan Ruschel, de 27 anos, e os goleiros Danilo, de 31 anos, e Jackson Follmann, de 24 anos. Todos os sobreviventes foram enviados a hospitais da região. Já Prefeitura de Medellín confirmou ao menos 25 mortos, mas as operações de busca continuam, apesar das más condições climáticas no local. Chove desde as primeiras horas da madrugada. O avião caiu em uma zona de difícil acesso, montanhosa, e são necessários carros 4x4 para chegar até o local. Em um comunicado oficial, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) disse que está em contato com a Conmebol e com as autoridades colombianas em busca de mais informações "antes de tomar qualquer medida quanto ao andamento do futebol brasilerio". "Desde já, manifestamos a nossa solidariedade e direcionamos nossas orações aos passageiros e tripulantes do voo", escreveu a CBF.   


Por sua vez, a Conmebol anunciou no Twitter o cancelamento da partida prevista para amanhã e de "todas as atividades da confederação, até novo aviso". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos