'Charlie Hebdo' ironiza ataque de 2015 em edição especial

Em Paris

  • AFP

    3.jan.2017 - Foto de divulgação da capa de edição especial da revista satírica "Charlie Hebdo"

    3.jan.2017 - Foto de divulgação da capa de edição especial da revista satírica "Charlie Hebdo"

O jornal satírico francês "Charlie Hebdo" publicará nesta quarta-feira (4) uma edição especial pelo aniversário de dois anos do atentado contra sua redação, que deixou 12 mortos.   

Na capa, o diário estampa a frase "2017: Enfim o fim do túnel", junto de um desenho que mostra um homem procurando a luz no fim do túnel em um cano de fuzil, que é segurado por um personagem barbado.   

A charge é assinada pelo desenhista Foolz, um dos componentes da nova geração do "Charlie Hebdo". Em 7 de janeiro de 2015, os irmãos Said e Chérif Kouachi invadiram a redação do jornal e assassinaram 11 pessoas, incluindo cinco cartunistas.   

Do lado de fora do prédio, os terroristas ainda mataram a sangue frio um policial muçulmano, Ahmed Merabet, que estava deitado ferido na calçada. O diário é conhecido no mundo inteiro por conta de suas recorrentes charges do profeta Maomé.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos