Aos 84, morre o ator Tomás Milián, ícone do cinema italiano

ROMA, 23 MAR (ANSA) - Morreu na última quarta-feira (22), aos 84 anos, o ator ítalo-cubano Tomás Milián, que vivia havia muito tempo em Miami, nos Estados Unidos, mas era conhecido sobretudo na Itália.   


No país da bota, o intérprete estrelou dezenas de filmes e trabalhou com cineastas como Alberto Lattuada, Luchino Visconti, Francesco Maselli e Pier Paolo Pasolini. Seus papéis de maior destaque foram em longas de faroeste ou policiais, como o do inspetor Nico Giraldi, que interpretou em 11 produções, e do simpático e desonesto Er Monnezza.   


Por conta desses dois personagens, ele ficou conhecido como o "cubano romano". O corpo de Milián foi encontrado em sua casa em Miami, às 23h da última quarta, e a causa da morte foi um infarto. "Na semana passada, a última vez que nos falamos, ele me pediu para levá-lo de volta a Roma porque queria viver ali os últimos anos de sua vida", contou à ANSA sua amiga Monica Cattaneo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos