Alfa Romeo participa de reunião com FIA sobre motores da F1

BOLONHA, 31 MAR (ANSA) - A reunião convocada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) nesta sexta-feira (31) para debater os motores que serão utilizados pela Fórmula 1 a partir de 2021 contou com a presença do CEO da Alfa Romeo, Heinz Harald Wester.   


Além da marca italiana, participaram também membros do grupo Audi Volkswagen, o CEO da Lamborghini e ex-diretor esportivo da Ferrari, Stefano Domenicali, e o ex-líder da Porshe Wolfganf Hatz.   


Todas as marcas não estão atualmente na categoria do automobilismo e, no caso da Alfa, é mais um sinal de que ela pode estar próxima de um retorno à F1. A volta da lendária marca italiana à mais importante categoria do automobilismo é um desejo do atual presidente da Ferrari e CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne.   


Falando à revista "Auto", da FIA, Marchionne revelou que a Ferrari pode entrar na Fórmula E e reiterou seu desejo de ver a Alfa Romeo na F1.   


"O objetivo é ver, um dia, a Alfa Romeo voltar a correr na F1 porque eu acredito firmemente que é esse o lugar que essa marca merece. Nessa fase, não sei o quanto é provável que uma dessas duas coisas aconteça [F-E e F1], mas o fato de estarmos conversando, é um bom sinal em si", acrescentou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos