Temer vira primeiro presidente denunciado por corrupção

SÃO PAULO, 26 JUN (ANSA) - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta segunda-feira (26) o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva, como parte do inquérito que também investiga o peemedebista por obstrução de Justiça e organização criminosa.   


A denúncia é resultado das delações premiadas dos executivos do frigorífico JBS e acusa Temer de ter recebido R$ 500 mil para favorecer a empresa junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).   


A quantia seria aquela entregue por Ricardo Saud, diretor da JBS, a Rodrigo Rocha Loures, ex-deputado federal e ex-assessor especial de Temer, em abril de 2017, em um shopping de São Paulo.   


Com isso, o peemedebista tornou-se o primeiro presidente na história do país denunciado por corrupção. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos