Atos contra e a favor de Lula são organizados no mundo todo

SÃO PAULO, 22 JAN (ANSA) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será julgado em segunda instância na próxima quarta-feira (24), no chamado "caso triplex". A audiência será no Tribunal Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, que deve ser tomada por diversos atos, contra e a favor do petista. A "Frente Brasil Popular" estima que 50 mil apoiadores de Lula se manifestarão na capital gaúcha, no Mercado Público de Porto Alegre, a partir das 17h do dia 23. Já o "Movimento Brasil Livre" (MBL) e o "Vem Pra Rua" espalharam outdoors pela cidade pedindo "Lula na cadeia".   


Os movimentos contra o ex-presidente na cidade acontecerão um dia antes do julgamento, em 23 de janeiro, no Parque Moinhos de Vento, às 18h. Mas não é só o Brasil que terá manifestações. A "Frente Internacional de Brasileiros no Mundo contra o Golpe" divulgou uma lista de diversos países que realizarão atos a favor do antigo mandatário. Paris, na França, já recebeu um "flash mob" em apoio a Lula. A manifestação, ocorrida em 21 de janeiro, foi uma iniciativa do movimento "Eleição sem Lula é fraude", que visa a defender sua candidatura a presidente do Brasil. Além disso, há protestos programados para o dia 23, na Union Square, em Nova York, nos EUA, às 19h (horário local); em Bruxelas, na Bélgica, em frente à Bolsa de Valores, às 18h; e em Lisboa, às 18h, na Praça de Camões. Outras cidades, como Munique e Berlim, na Alemanha, têm atos programados para o dia do julgamento de Lula. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos