'Touch me not' vence Urso de Ouro do Festival de Berlim

ROMA, 24 FEV (ANSA) ? Em apoio às mulheres e repercutindo questões políticas, como já virou tradição da Berlinale, a 68ª edição do Festival de Cinema de Berlim premiou na noite deste sábado (24) o filme ?Touch me not?, da romena Adina Pintilie, com o Urso de Ouro. O longa tem uma mulher como protagonista, fala sobre a psicologia humana e é recheado de cenas de nudez que retratam como cada indivíduo lida com o contato íntimo.   


?Gostaria que esse filme levasse todos ao diálogo, além das fronteiras?, disse Pintilie. Num ano em que a Berlinale abraçou o #MeToo e outros movimentos femininos contra assédio, outro filme dirigido por uma mulher levou o Grande Prêmio do Júri: ?Mug?, da polonesa Malgorzata Szumowska. A paraguaia Ana Brun ganhou o prêmio de melhor atriz por ?Las Herederas?, de Marcelo Martinetti. O jovem ator Anthony Bajon (?La Priere?, de Cedric Kahn) venceu no masculino. O prêmio de melhor roteiro ficou com o mexicano ?Museo?, de Alonso Ruizpalacios e Manuel Alcalá, retrato dos jovens autores do assalto ao Museu de Antropologia da cidade de Satelite, nos arredores, ocorrido em 1985.   


O documentário brasileiro ?O Processo?, da cineasta Maria Augusta Ramos, ficou em terceiro lugar na ?Panorama?, mostra paralela ao festival. O filme conta a história e os bastidores do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef, em 2016.   


O também documentário brasileiro ?Ex-pajé?, de Luiz Bolognesi, exibido na mostra paralela Panorama, recebeu o prêmio Glashutte, oferecido por um patrocinador do festival. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos