PUBLICIDADE
Topo

Intelectuais cobram apoio à cultura de novo governo na Itália

27/02/2018 16h37

ROMA, 27 FEV (ANSA) - Intelectuais, cineastas e escritores escreveram uma carta aberta destinada próximo governo da Itália, na qual pedem a restauração do papel do país como "berço da cultura e da civilização". A mensagem é assinada por 51 pessoas, incluindo o chef Massimo Bottura, o diretor Carlo Verdone e a escritora Cristina Comencini, e cobra um "esforço abrangente" no setor cultural, que, "infelizmente, fica ausente nas campanhas eleitorais".   


"Vamos relançar a Europa, liderando a refundação, restaurando não só a dignidade dos cidadãos, mas também o futuro daqueles que se sentem privados disso", afirma o documento.   


Em outros trechos, os autores explicam que o foco na cultura significa pensar em novas estratégias para educar e inspirar os mais fracos, usando as "ferramentas prodigiosas" dos dias de hoje. O desejo do grupo é que a cultura seja pensada em primeiro plano e esteja entre as prioridades de quem assumir o governo depois das eleições de 4 de março. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.