Torcedores da Roma são acusados de tentativa de homicídio

LONDRES E ROMA, 25 ABR (ANSA) - Dois torcedores da Roma foram acusados nesta quarta-feira (25) de tentativa de homicídio depois de agressões contra um homem de 53 anos, torcedor do Liverpool, nos arredores do Estádio Anfield Road, na Inglaterra, ontem (24).   


Segundo as imagens divulgadas pelo jornal "Daily Mail", dezenas de torcedores das duas equipes se confrontaram antes do início do jogo, logo após a chegada de um grupo de aproximadamente 40 torcedores da Roma, informou a imprensa local.   


De acordo com a polícia, o homem gravemente ferido é um irlandês que foi hospitalizado com sérias lesões na cabeça. O delegado Paul Speight explicou que, segundo algumas testemunhas, o homem foi "golpeado por um cinto".   


"O Liverpool está chocado e abalado depois que um torcedor foi deixado em condição crítica sendo atacado antes do jogo da Liga dos Campeões contra a Roma. Nossos pensamentos, em primeiro lugar, estão com a vítima e sua família nesse momento tão traumático. Vamos oferecer a eles total apoio", afirmou o clube inglês .   


Em um comunicado, a Roma também lamentou o ocorrido, afirmando que a confusão "envergonhou" o clube italiano. Já a Uefa disse que está profundamente "chocada" com a briga entre os torcedores da Roma e do Liverpool, e ressaltou que tomará "medidas muito rigorosas".   


Em campo, com um show do egípcio Mohamed Salah, os "reds" derrotaram a Roma por 5 a 2, e abriram uma boa vantagem para o jogo de volta das semifinais da Liga dos Campeões, no Estádio Olímpico, na Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos