PUBLICIDADE
Topo

Descubra 5 destinos para viagens 'sensoriais'

30/10/2018 12h57

SÃO PAULO, 30 OUT (ANSA) - Já pensou em escolher sua próxima viagem se baseando em um dos cinco sentidos? Separamos um roteiro no qual a descoberta da riqueza de um céu estrelado e a experiência de tocar milhares de medusas em uma baía das Filipinas ganham novas perspectivas. Confira cinco destinos para começar a pensar de modo sensorial: Tato: nadar com medusas que não machucam na lagoa de Sohoton, nas Filipinas. Na região do Surigão do Norte existe uma ilha pouco conhecida, Bucas Grande, que, além do mar cristalino, reserva praias branquíssimas e oferece uma experiência única: nadar em meio às águas-vivas sem o risco de se ferir. Essas espécies raras de animais marinhos vivem nesse paraíso tropical, com cavernas, lagos, cascatas e onde se pode chegar alugando barcos ou canoas. Informações: www.bucasgrandeisland.com/.   


Visão: observar as estrelas em São Pedro de Atacama, no Chile.   


Graças à altitude (mais de 2 mil metros), ao céu escuro e à baixa poluição atmosférica, este é um dos melhores lugares no mundo para assistir a esse espetáculo dos céus. Mesmo sem potentes telescópios, é possível observar planetas e constelações que dão vida a um show astronômico difícil até de imaginar. É possível também visitar o "Alma", maior complexo astronômico do mundo, bem como o San Pedro de Atacama Celestial Explorations, observatório público onde se pode reservar tours e equipamentos. Informações: www.spaceobs.com.   


Paladar: experimentar os melhores charutos cubanos em Viñales, Cuba. O charuto é uma parte relevante da cultura cubana, e o melhor modo para conhecê-lo é passar alguns dias na região de Viñales, a 180 quilômetros de Havana. Graças a um terreno particularmente fértil, nessa zona proliferam plantações de tabaco, todas visitáveis gratuitamente. Informações: www.discover-vinales.com/.   


Olfato: respirar o ar mais limpo do mundo em Whitehorse, Canadá.   


Segundo o livro dos recordes, o "Guinness", essa é a cidade com o menor índice de poluição atmosférica no mundo. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), é o centro com o ar mais limpo. Em Whitehorse, na região de Yukon, além do prazer do olfato, a dica é fazer trekking nos bosques que circundam a cidade e visitar o rio Yukon. Informações: www.whitehorse.ca/.   


Audição: escutar os cantos religiosos budistas no Festival de Paro, no Butão. A cada primavera, a cidade recebe o Tshechu, um dos festivais budistas mais importantes do país, criado em 1600 para consagrar o Dzong, um edifício que hospeda o mosteiro local. Durante os cinco dias de festival, todas as ruas são invadidas pelo som de trombetas, cravos, flautas e cantos populares, que acompanham danças em roupas tradicionais. Essa mistura de sons cria uma relação entre a dimensão terrena e a espiritual, aspecto fundamental desse país que já foi considerado o mais feliz do mundo. Informações: www.bhutan.travel/. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.