PUBLICIDADE
Topo

Brumadinho interrompe buscas; mortes chegam a 37

27/01/2019 11h08

SÃO PAULO, 27 JAN (ANSA) - O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou neste domingo (27) que o novo balanço da tragédia de Brumadinho é de 37 mortes, 256 pessoas desaparecidas e 192 resgatadas com vida.   


O acidente em Brumadinho ocorreu na sexta-feira (25), quando uma barragem de contenção de rejeitos minerais da companhia Vale rompeu na Mina Córrego do Feijão. Na manhã de hoje, a população de Brumadinho foi evacuada após a Vale emitir um alerta por volta das 5h30 locais sobre a possibilidade de um novo rompimento, desta vez da barragem 6, que contém água. A mineradora notou um aumento do nível das águas e decidiu emitir o alerta. A população foi orientada para deixar as áreas mais baixas e o centro de Brumadinho e seguir para três pontos: a Igreja Matriz, o morro do Querosene e a delegacia da cidade. Neste domingo, ao menos 24 mil pessoas estão em áreas consideradas em risco. As operações de busca por vítimas e desaparecidos foram interrompidas desde a noite de ontem, e ainda não foram retomadas, devido ao risco do novo rompimento.   


Até agora a Polícia Civil identificou oito corpos. São eles: Marcelle Porto Cangussu, Jonatas Lima Nascimento, Carlos Roberto Deusdedit, Leonardo Alves Diniz, Fabricio Henriques, Robson Máximo Gonçalves, Willian Jorge Felizardo Alves, e Eliandro Batista de Passos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.