Topo

Veneza institui novas regras para circulação de embarcações

19/08/2019 13h30

VENEZA, 19 AGO (ANSA) - Começou a vigorar nesta segunda-feira (19) as novas regras para a circulação de embarcações em Veneza, na Itália. As medidas, que serão testadas durante 60 dias antes de serem adotadas de maneira oficial, tentam reduzir a poluição ambiental e sonora, além de organizar o tráfego marítimo. Pelas novas regras, as embarcações que fazem transporte de mercadoria devem descarregar os itens apenas com o uso de guindaste ou em faixas horárias específicas. Já os barcos que fazem serviço de "táxi" também receberão números de matrículas especiais.   

Visando a preservação ambiental, as embarcações a motor estão proibidas de circular pelos Rio Novo, Rio di Cá Foscari, Rio di Noale, Grande Canal e Canal de Cannaregio. Também está vetado o uso de avisos sonoros, com exceção para casos de emergência. As regras criam ainda fluxos de direção que devem ser seguidos por todas as embarcações, impedindo manobras ou navegação em sentido contrário e exigindo uma distância mínima de 15 metros entre os barcos a motor.   

No primeiro dia de aplicação da nova lei, duas embarcações foram multadas em 150 euros. A medida entra em vigor após algumas polêmicas envolvendo embarcações em Veneza. Em junho, um navio de cruzeiro da MSC perdeu o controle e colidiu com um navio turístico no terminal de San Basilio, ferindo quatro pessoas. No mês seguinte, um outro navio de cruzeiro da Costa Cruzeiros perdeu o controle e bateu em um iate. Os incidentes levaram o governo da Itália a proibir navios de cruzeiro no centro histórico de Veneza a partir de setembro.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias