PUBLICIDADE
Topo

Uber registrou 3 mil casos de abuso e 235 estupros nos EUA

06/12/2019 13h22

WASHINGTON, 6 DEZ (ANSA) - A Uber registrou mais de três mil casos de abuso e violência sexual ao longo do ano de 2018 nos Estados Unidos, sendo que 235 foram denúncias de estupro. Os dados foram divulgados em um relatório que estava sendo aguardado por analistas do mercado financeiro e por autoridades políticas devido aos questionamentos dos protocolos de segurança que a empresa adota. É a primeira vez que a Uber divulga essas informações. Ao todo, foram 1,3 bilhão de viagens realizadas pelo aplicativo no ano passado nos Estados Unidos. De acordo com a companhia, há tanto condutores quanto passageiros entre as vítimas. Foram feitas 235 denúncias de penetrações sem consentimento e outras centenas de relatos de beijos forçados e toques em partes íntimas.   

"São números chocantes e difíceis de digerir", admitiu Tony West, responsável pelo departamento jurídico da Uber nos Estados Unidos. Além dos casos de abuso, foram registrados nove assassinatos e 58 mortes em incidentes de trânsito. "Alguns vão gostar do tanto que fizemos para melhorar a segurança, e outros vão dizer que há mais trabalho a se fazer.   

Ambos estão certos", disse o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi.   

Recentemente, as autoridades de trânsito de Londres anunciaram que não renovarão a licença para a Uber atuar na capital britânica. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias