PUBLICIDADE
Topo

Senado da Itália adia votação sobre julgamento de Salvini

27/02/2020 10h45

ROMA, 27 FEV (ANSA) - A Junta de Imunidade do Senado da Itália decidiu adiar a votação de um pedido para autorizar o prosseguimento do julgamento contra o ex-ministro do Interior Matteo Salvini no caso "Open Arms", prevista para esta quinta-feira (27), ás 16h (horário local). A decisão foi anunciada pela presidente do Senado italiano, Elisabetta Casellati, e tomada em decorrência da ausência do senador da Liga Norte, Luigi Augussori, que está em "quarentena voluntária" pelo novo coronavírus. "A Diretoria do regulamento considerou por unanimidade que, diante de circunstâncias excepcionais, um estado de necessidade, como o de determinar a impossibilidade objetiva de participar de um dos componentes, é legítimo e justificado o adiamento da data da votação", explicou Casellati. A expectativa é de que a nova sessão aconteça em cerca de 10 dias. O processo é referente a um caso ocorrido em agosto de 2019. Na ocasião, Salvini bloqueou o navio humanitário "Open Arms" durante dias, em frente à ilha siciliana de Lampedusa, com diversos migrantes a bordo. Caso a comissão do Senado aprove a autorização, o líder da extrema-direita será julgado por um tribunal especial composto por três magistrados reconhecidos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias