Brinquedo que transforma palito de dente em arma causa preocupação na China

Um novo brinquedo que virou mania entre crianças chinesas vem causando grande preocupação entre pais de todo o país e já foi proibido em algumas cidades.

São pequenas bestas (armas medievais), de aparência inofensiva, que atiram palitos de dente de madeira - que conseguem penetrar papelão, maçãs e até latas de refrigerante.

A preocupação de que os brinquedos possam causar ferimentos sérios fez com que cidades como Chengdu, capital da província de Sichuan, Kunming, capital da província de Yunnan e Harbin, capital da província de Heilongjiang, proibissem sua comercialização.

Associações de pais em Hong Kong também já expressaram receio de que a invenção coloque crianças - e adultos - em perigo.

As bestas são vendidas em versões mais baratas de plástico por cerca de 4 yuans (R$ 2); versões de metal da pequena arma custam cerca de R$ 5.

Eles são vendidos em lojas, nas ruas perto das escolas e também pela internet.

Proibição

Em resposta às críticas dos pais, as principais lojas virtuais do país, JD.com e Taobao.com, disseram que não permitirão mais a venda das bestas.

No entanto, eles ainda podem ser encontrados em outros sites.

Segundo a mídia chinesa, a polícia das cidades em que o brinquedo foi proibido também está fazendo batidas em lojas que vendem os brinquedos perto de colégios.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram o brinquedo em ação penetrando papelão, maçãs e carne crua.

Se o palito de dente for substituído por uma agulha de metal, como ocorre em alguns vídeos, ela pode penetrar uma lata de refrigerantes.

A besta é vendida com uma nota afirmando que ela não deve ser apontada para pessoas e animais, mas a embalagem de um dos produtos chega a dizer que ele pode ser uma solução para matar baratas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos