Maduro cria programa emergencial de abastecimento

Presidente venezuelano anuncia "grande missão de abastecimento soberano e seguro" para combater escassez de recursos. Para tal, todos os ministérios e órgãos do governo ficarão subordinados ao Ministério da Defesa.

O governo da Venezuela criou um novo plano de abastecimento de alimentos que visa concentrar todos os esforços do governo para combater a crise gerada pela escassez de recursos básicos no país.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou nesta segunda-feira (11/07) a chamada "grande missão de abastecimento soberano e seguro", que será coordenada pelo Ministério da Defesa.

Todos os demais ministérios, empresas e institutos do governo estarão subordinados ao comando nacional da missão de abastecimento, que irá controlar os setores econômico, agroalimentar, farmacêutico e industrial.

O programa visa melhorar a distribuição de alimentos e medicamentos e combater a escassez no país, que vive sob estado de exceção e emergência econômica, declarado pelo governo no início do ano.

O objetivo do governo é substituir o sistema atual de abastecimento que, segundo Maduro, estaria sendo "infiltrado por sabotadores das empresas privadas".

"É uma grande operação para combater a guerra econômica. Estamos em guerra e temos de vencê-la através da paz", afirmou Maduro.

RC/efe/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos