Schweinsteiger se despede da seleção alemã

Após 120 partidas pela equipe nacional, jogador de 31 anos pede para não ser mais convocado. Conquista da Copa do Mundo de 2014 é algo que não vai se repetir na carreira e, por isso, é "prudente encerrar ciclo", diz.

O jogador Bastian Schweinsteiger anunciou nesta sexta-feira (29/07) que não irá mais jogar pela seleção alemã de futebol. "Pedi ao técnico [Joachim Löw] que não me convoque mais no futuro para a equipe nacional", afirmou o jogador em texto publicado no Twitter.

"Agradeço aos torcedores, à equipe, à DFB [Federação Alemã de Futebol] , aos técnicos e a seleção nacional de futebol. Em 120 partidas internacionais que pude jogar por meu país, vivi momentos de beleza e êxitos indescritíveis", afirmou o agora ex-capitão da Alemanha.

Schweinsteiger joga pela seleção alemã desde 2004, sendo o quarto jogador que mais defendeu as cores de seu país. Ele disputou sete torneios internacionais, culminando na conquista da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Esse título, diz ele, é algo que "histórica e emocionalmente" não conseguirá se repetir em sua carreira. "Dessa forma, é correto e prudente que eu encerre esse ciclo, desejando à equipe o melhor nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018." Sua última partida pela seleção alemã foi a derrota por 2 a 0 para França na semifinal da Eurocopa 2016.

Nos últimos anos, Schweinsteiger, de 31 anos, sofreu uma série de lesões que o deixaram muito tempo fora de campo. Seu anúncio vem em meio a especulações de que ele será dispensado de sua atual equipe, o Manchester United, pelo técnico José Mourinho.

RC/dpa/sid

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos