Rio comemora 85 anos do Cristo Redentor

Carlos Albuquerque

Estátua de Jesus Cristo construída sobre o Morro do Corcovado foi inaugurada em 12 de outubro de 1931. Ela se tornou cartão de visita do Brasil e símbolo do Rio de Janeiro.Erguida a mais de 700 metros de altitude sobre o Morro do Corcovado, no Parque Nacional da Tijuca, a estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, completa 85 anos nesta quarta-feira (12/10). As celebrações se iniciaram na noite desta terça-feira com uma vigília e seguiram ao longo de quarta com a bênção aos visitantes pelo cardeal do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, além de um concerto de aniversário e uma missa de ação de graças celebrada pelo reitor do Santuário Cristo Redentor, padre Omar. A ideia de erguer uma estátua em homenagem a Jesus Cristo no Morro do Corcovado foi sugerida em 1859 à Princesa Isabel pelo padre francês Pierre-Marie Boss. Mas foi somente por ocasião das comemorações do centenário da independência do Brasil que a proposta foi retomada, no início dos anos 1920. Projeto controverso O projeto inicial do engenheiro Heitor da Silva Costa mostrava Cristo segurando uma cruz no lado esquerdo e um globo no direito, o que lembra a estátua de Jesus na fachada da Catedral de São Pedro. Essa ideia foi abandonada, no entanto, em favor do projeto atual. Consta que os representantes eclesiásticos da época tinham medo que o globo logo fosse interpretado como uma bola de futebol. Consta também que foi uma antena de rádio já existente sobre o Morro do Corcovado que inspirou Silva Costa a propor uma escultura de Jesus Cristo com braços abertos em forma de cruz. Junto ao gravador e desenhista Carlos Oswald, Silva Costa venceu o concurso final para o projeto da estátua em 1923. A execução, no entanto, coube ao escultor franco-polonês Paul Landowski. Os trabalhos construtivos foram iniciados em 1926 e se estenderam até 1931. Feito de pedra-sabão Diferentemente da Estátua da Liberdade, que foi construída em metal, o Cristo Redentor foi confeccionado em pedra-sabão, que serve de revestimento para uma construção de concreto armado. A estátua foi inaugurada pelo cardeal do Rio de Janeiro, dom Sebastião Leme, e pelo então presidente Getúlio Vargas em 12 de outubro de 1931. Na época, o magnata da mídia Assis Chateaubriand havia planejado junto ao pioneiro da transmissão de rádio, Gugliemo Marconi, que a iluminação da estátua fosse acionada a partir da Itália. Mas o mau tempo impediu o que seria uma proeza para a época. Durante a visita do papa Paulo 6°, em 1965, as luzes do Cristo Redentor finalmente foram acionadas desde o Vaticano. A ideia de erguer cruzes sobre montanhas não é nova. Ela remonta ao século 13, mas passou a ser mais difundida no século 19 devido ao alpinismo e ao levantamento cartográfico dos cumes de elevações. Mas foi justamente no início do século 20 que as chamadas cruzes de picos tiveram seu apogeu. Cristo e cruz Com 30 metros de base e oito metros de pedestal, o Cristo Redentor é hoje a segunda maior escultura do Salvador no mundo, sendo superada apenas por uma escultura com pouco mais de 33 metros de altura, inaugurada na Polônia em 2010. Mas como cruz sobre uma montanha, o cartão postal do Rio de Janeiro mantém, no entanto, o seu recorde mundial de altura. E o que poucos sabem é que, dentro do Cristo, por volta da altura do peito, há um coração de pedra medindo cerca de 1,30 metro de diâmetro, na parte de dentro da escultura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos