PUBLICIDADE
Topo

CCJ aprova indicação de Moraes ao Supremo

21/02/2017 22h41

Indicado de Temer ganha aval de comissão do Senado para se tornar ministro do STF. Nomeação, porém, ainda precisa ser aprovada no plenário. Em sabatina, Moraes promete imparcialidade e se defende de acusações polêmicas.A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta terça-feira (21/02) a indicação do ministro licenciado da Justiça, Alexandre Moraes, para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). A votação, que é secreta, terminou com 19 votos a favor e 7 contrários.A indicação de Moraes, feita pelo presidente Michel Temer para ocupar o assento deixado por Teori Zavaski, morto em janeiro, deve ainda passar por votação no plenário do Senado nesta quarta-feira. Para ser aprovado, ele precisa do apoio de, no mínimo, 41 senadores – de um total de 81.Antes da votação nesta terça-feira, Moraes foi sabatinado pelos membros da CCJ numa sessão que durou quase 12 horas. Durante a sabatina, o ministro licenciado tentou rebater as polêmicas que envolvem seu nome e prometeu agir com imparcialidade caso seja confirmado ministro do STF."Eu me julgo absolutamente capaz de atuar com absoluta imparcialidade, absoluta neutralidade dentro do que determina a Constituição, sem nenhuma vinculação partidária", afirmou Moraes.Mais informações a seguir...