Pyongyang diz que ameaças de Trump são declaração de guerra

Ao deixar Assembleia Geral da ONU, ministro afirma que comentários do presidente americano sobre Coreia do Norte são "declaração de guerra" e que o país poderá abater aviões dos EUA.O ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, fez escalar as tensões com os Estados Unidos nesta segunda-feira (25/09), dizendo que os comentários ameaçadores do presidente americano, Donald Trump, sobre o seu país e as suas lideranças equivalem a uma "declaração de guerra", e que a Coreia do Norte teria o direito de abater aviões de guerra dos EUA - mesmo que estes não se encontrem no espaço aéreo do país asiático. "O mundo inteiro deveria lembrar claramente que os EUA declararam guerra ao nosso país primeiro", disse o ministro Ri Yong-ho a repórteres, enquanto deixava a sede das Nações Unidas em Nova York após uma semana de encontros no âmbito da Assembleia Geral do órgão. Mais informações em instantes. RK/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos