PUBLICIDADE
Topo

Petrobras paga R$ 3,4 bilhões para encerrar investigação nos EUA

27/09/2018 10h28

Depois de acordo bilionário com investidores, petrolífera chega a acerto também com Justiça e comissão de valores mobiliários americanas. Oitenta por cento do valor da multa ficará no Brasil.A Petrobras chegou a um acordo com a Justiça dos Estados Unidos para encerrar investigações sobre esquemas de desvios de recursos da empresa em território americano, anunciaram nesta quinta-feira (27/09) a petrolífera e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Pelo acordo, a Petrobras pagará 853,2 milhões de dólares (R$ 3,4 bilhões) de indenização. Os acordos foram assinados tanto pelo Departamento de Justiça como pela comissão de valores mobiliários dos EUA, a SEC, e encerram definitivamente todas as investigações das autoridades americanas.

O acordo prevê que 10% do valor vá para o Departamento de Justiça, 10%, para a SEC e os demais 80% para programas de sociais e educacionais voltados à promoção da transparência no setor público, em parceria com o Ministério Público.

O acordo coloca a Petrobras como vítima da ação de seus antigos diretores, que já deixaram a empresa, e reconhece que a petrolífera se responsabilizou pelos atos ilegais deles e colaborou com os investigadores para esclarecer as denúncias.

A Operação Lava Jato identificou ex-diretores que participaram de uma rede de corrupção que "prejudicou e causou severos danos financeiros à Petrobras", afirmou a empresa, que conseguiu recuperar R$ 2,5 bilhões do valor total desviado.

No começo deste ano, a Petrobras fechou um acordo com seus acionistas americanos, o qual prevê uma multa de 2,9 bilhões de dólares como compensação aos investidores. Com os acordos, a empresa brasileira fica livre de ações criminais nos Estados Unidos.

AS/efe/afp/rtr

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp |
App | Instagram | Newsletter