Incêndios deixam 3 desaparecidos e 95 casas destruídas na Austrália

Da Efe, em Sydney

  • Departamento de Atendimento a Incêndios e Emergências/AFP

    O fogo já consumiu um terço da cidade de Yarloop, a pouco mais de 100 km ao sul de Perth

    O fogo já consumiu um terço da cidade de Yarloop, a pouco mais de 100 km ao sul de Perth

Pelo menos três pessoas estão desaparecidas e 95 casas foram destruídas depois que um incêndio florestal atingiu a localidade de Yarloop, no sudoeste da Austrália, informou nesta sexta-feira 8) a imprensa local.

As chamas, que estão cerca de 122 quilômetros ao sul da cidade de Perth, também destruíram 50 mil hectares de campos com labaredas de até 50 metros de altura e ameaçam se estender para outras localidades, segundo o site da emissora "ABC".

De acordo com as autoridades, os incêndios destruíram vários edifícios históricos, as dependências dos Correios, parte de uma escola e até o quartel dos bombeiros.

Allan Riley, porta-voz do Departamento de Parques, afirmou que muitas das casas e edifícios históricos de Yarloop são de madeira e detalhou que o fogo feriu três bombeiros e destruiu um de seus caminhões. Riely descreveu o incêndio como "incontrolável" e "muito imprevisível".

As altas temperaturas do verão no hemisfério sul contribuíram nos últimos anos para um aumento dos incêndios na Austrália, uma situação que os cientistas vinculam, em parte, ao aquecimento global causado pelas mudanças climáticas.

Em 7 de fevereiro de 2009, 173 pessoas morreram, localidades inteiras foram arrasadas e meio milhão de hectares de terreno foram queimados nos incêndios do chamado "Sábado Negro" em Victoria, uma das maiores tragédias da história da Austrália.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos