Vulcão equatoriano Tungurahua gera 29 explosões nas últimas 24 horas

Em Quito

  • Carlos Campana/Reuters

    Vulcão Tungurahua teve 29 explosões nas últimas 24 horas

    Vulcão Tungurahua teve 29 explosões nas últimas 24 horas

O vulcão Tungurahua, no centro dos Andes de Equador e cuja atividade atual é calculada como "moderada-alta", mantém uma contínua de emissão de gás e cinza que caiu em vários povoados de suas cercanias, informou neste domingo o Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional.

Ditas emissões formaram uma coluna de gases, com uma carga moderada de cinza, que se elevou até 2,5 quilômetros sobre sua cúpula e que, por efeito dos ventos, se dirigiu principalmente rumo ao oeste.

O IG tem reportes da queda de cinza e de fina espessura nas zonas de Pillate, Bilbao, Choglontús e Pelileo, localizadas ao ocidente da montanha.

As emissões estiveram acompanhadas de ruídos fortes e a saída de pedras incandescentes, afirma o mais recente relatório do IG.

Nas últimas 24 horas, este vulcão também gerou 29 explosões e na noite foi possível observar brilho na cratera, além de um tipo de atividade superficial conhecida como "estromboliana", com rochas expulsas pela cratera que depois se chocam com a ladeira e rodam pelos flancos.

O Tungurahua, de 5.020 metros de altura e situado cerca de 120 quilômetros ao sul de Quito, iniciou seu atual processo eruptivo em 1999 e desde então intercalou períodos de alta atividade com outros de relativa calma.

Este vulcão, junto ao Cotopaxi, El Reventador e Sangay, é dos mais ativos do Equador.

Vulcões assustam e criam belas imagens pelo mundo
Vulcões assustam e criam belas imagens pelo
 
 
 
mundo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos