Ataques de exército iraquiano e da coalizão matam 20 jihadistas do EI

Bagdá, 29 mar (EFE).- Pelo menos 24 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nesta terça-feira em bombardeios da aviação iraquiana e da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos na província de Al Anbar, no oeste do Iraque.

Uma fonte de segurança dessa província informou que os jihadistas morreram em ataques contra posições do EI na região de Albu Diab, ao norte de Ramadi, capital de Al Anbar.

Após os bombardeios aéreos, os radicais se retiraram da região, que ficou sob o controle das forças iraquianas.

Também foram destruídos oito veículos do EI, que ainda tem presença em Al Anbar, mesmo após ter sido expulso da cidade de Ramadi pelas tropas iraquianas em dezembro.

Após a reconquista de Ramadi, o foco era a ofensiva a Mossul, capital da província de Ninawa e principal reduto jihadista no norte do Iraque, o que começou efetivamente semana passada.

O EI conquistou amplas partes do Iraque em junho de 2014 e proclamou um califado nos territórios sob seu controle nesse país e na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos