Incêndio em arranha-céu nos Emirados deixa 12 feridos

Abu Dhabi, 29 mar (EFE).- Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas em um grande incêndio que começou ontem à noite em um arranha-céu residencial do emirado de Ashman, um dos sete que compõem os Emirados Árabes Unidos, e que foi contido nesta terça-feira.

As chamas se propagaram rapidamente pela torre número oito do complexo Ashman Um, e depois se estenderam à seis, devido ao forte vento, informaram testemunhas à Agência Efe.

Todo o setor direito do primeiro arranha-céu, de 23 andares, ficou queimado, além de vários carros estacionados dentro e fora do edifício.

Dos feridos, cinco foram atendidas no local, e outros sete foram hospitalizados, entre estes últimos dois bombeiros, segundo o jornal local "Emirados Today", que informou da evacuação de 300 moradores.

O ministro de Interior, Saif bin Zayed al-Nahyan, supervisionou pessoalmente os trabalhos da Defesa Civil e dos bombeiros no local do incêndio, para onde também se deslocou o príncipe herdeiro de Ashman, o xeque Emar al Nuaimi.

Equipes de resgate e bombeiros dos emirados de Abu Dhabi, Dubai, Al Shareqa, Um al Qayum e Ras ajudaram a apagar o fogo.

Ainda prosseguem as operações de esfriamento dos dois edifícios afetados no complexo Ashman Um, indicou a Defesa Civil de Ashman em sua conta no Twitter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos