Exército libanês mata um responsável do grupo Estado Islâmico

Beirute, 28 abr (EFE).- Um responsável do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreu nesta quinta-feira em uma operação do Exército libanês na região de Arsal, no nordeste do país e limítrofe com a Síria, informou a Agência Nacional libanesa de Notícias (ANN).

A agência identificou o jihadista como Nayez Shaalan, também conhecido como Abu el Fawz.

Por sua vez, a rede de televisão "Al Yadid" informou que um acompanhante de Shaalan, que foi identificado como Ahmad Mrue, morreu também durante essa operação, e que um terceiro, Mohamad Musli, foi detido.

A situação em Arsal se deteriorou em agosto de 2014, quando vários grupos radicais lançaram ataques contra o Exército libanês e tomaram como reféns cerca de 35 soldados, dos quais nove continuam em mãos do EI, vários foram assassinados e o resto posto em liberdade.

Em 1º de dezembro, 16 destes militares foram libertados pelo grupo jihadista Frente al Nusra, filial síria da Al Qaeda, em troca da libertação de 13 internos presos no Líbano.

A situação de segurança se deteriorou no Líbano, especialmente no norte e nordeste, desde o início da guerra na Síria em 2011.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos