Ataque em área residencial do Afeganistão deixa 47 mortos

Cabul, 25 jun (EFE).- Pelo menos 47 pessoas morreram - oito civis, dois membros das tropas afegãs e 37 integrantes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) - em um ataque insurgente contra uma área residencial no leste do Afeganistão, informou neste sábado à Agência Efe uma fonte oficial.

O ataque terrorista aconteceu durante a tarde da sexta-feira no distrito de Kott, na província de Nangarhar, região considerada o núcleo do EI no Afeganistão e que foi objeto de uma forte ofensiva por parte das forças de segurança afegãs.

Segundo explicou o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyani, durante a operação os rebeldes queimaram 23 casas e sequestraram 30 civis, embora muitos deles já foram libertados.

"As forças de segurança não deixarão pedra sobre pedra até que os outros reféns sejam libertados", garantiu Khogyani.

O porta-voz detalhou que entre os civis mortos há três crianças, e acrescentou que outros 12 civis, 32 jihadistas e três membros das forças de segurança ficaram feridos.

Khogyani esclareceu, além disso, que embora houve também um ataque jihadista contra um posto de controle policial, não teve vítimas, ao contrário de suas declarações ontem à Efe, quando afirmou que algumas das mortes aconteceram nessa ação.

O Ministério da Defesa afegão afirmou na quinta-feira que a presença do EI em Nangarhar estava reduzido de 11 distritos no ano passado para três atualmente, entre os que não se encontrava Kott, e ressaltou que este grupo "já não representa um desafio" para o Afeganistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos