Dono de documento encontrado dentro de caminhão tinha antecedentes criminais

Paris, 15 jul (EFE).- Um documento de identidade pertencente a um cidadão franco-tunisiano, de 31 anos, com antecedentes de criminais, mas não terroristas, foi encontrado no caminhão que na noite de quinta-feira atropelou uma multidão em Nice, na França, causando a morte de mais de 80 pessoas, segundo a emissora "France Info".

No interior do veículo havia uma carteira de identidade em nome desta pessoa, que não estava fichada pelos serviços secretos, mas sim por assuntos de violência menor como uma briga recente, afirmou "France Info".

A emissora, que não especificou suas fontes, disse que não há certeza que a identificação corresponda ao autor do massacre.

O proprietário da carteira tinha nascido na própria cidade de Nice, em 1985, e agora um dos primeiros objetivos da polícia é verificar se é a mesma pessoa que o autor do massacre, que foi morto por policiais enquanto atropelava a multidão que se encontravam no Passeio dos Ingleses, por ocasião do Dia da Queda da Bastilha.

Fontes da investigação citadas pelo canal "BFM TV" observaram que essa verificação está sendo feita com as impressões digitais e confirmaram que o motorista do caminhão também disparou contra as pessoas com uma arma de pequeno calibre.

No interior do veículo, que tinha sido alugado, encontraram, além da pistola, várias rifles e uma granada, todos falsos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos