Defensoria colombiana pede que Farc retire menores de idade de suas fileiras

Bogotá, 25 ago (EFE).- O chefe da Defensoria Pública da Colômbia, Alfonso Cajiao, pediu às Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) nesta quinta-feira para que retirem crianças e adolescentes que fazem parte de suas fileiras, como parte do acordo final fechado ontem entre a milícia e o governo do país.

Em nota, Cajiao reiterou o desgosto institucional que, segundo ele, existe "pela não entrega dos menores antes da assinatura do acordo final, como era esperado pela Defensoria Pública".

Ele acrescentou que a equipe de negociação do governo reconheceu a existência de "um pacto de confiança prévio que não foi executado, pois a outra parte argumentou razões procedimentais e jurídicas".

A Defensoria Pública e a Secretaria Presidencial para os Direitos Humanos apresentaram no último dia 9 de junho, na mesa de negociações de Havana, os protocolos que solicitavam a entrega das crianças, que facilitariam a reintegração dos menores durante a fase de implementação dos acordos.

Da mesma forma, o chefe da Defensoria pediu aos colombianos que "destinem parte de seu tempo" a buscar informações sobre o acordo de paz que foi assinado na quarta por governo e Farc, em Havana, com a intenção de encerrar mais de cinco décadas de conflito armado.

"Este momento histórico deve estar desprovido de qualquer especulação, e, pelo contrário, requer o compromisso dos cidadãos, que devem destinar parte de seu tempo para tomar conhecimento dos textos que serão entregues nesta quinta-feira ao Congresso da República", explicou Cajiao.

O acordo foi rubricado pelos líderes de ambas as partes na negociação e sua assinatura protocolar acontecerá na Colômbia, em lugar e data ainda indefinidos.

No próximo dia 2 de outubro, o acordo será submetido a um plebiscito no qual os colombianos decidirão se aprovam ou não o texto fechado em Havana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos