PUBLICIDADE
Topo

Atentado com carro-bomba na capital da Somália deixa pelo menos cinco mortos

Soldados das forças de segurança inspecionam local onde um carro-bomba explodiu - Feisal Omar/ Reuters
Soldados das forças de segurança inspecionam local onde um carro-bomba explodiu Imagem: Feisal Omar/ Reuters

Em Mogadício

30/08/2016 08h26

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas em um atentado com carro-bomba realizado na região de um hotel perto do Palácio Presidencial de Mogadício, informaram nesta terça-feira (30) os meios de comunicação locais.

Segundo as primeiras informações, um terrorista do Al Shabab teria se explodido nas imediações do conhecido hotel SYL e um número indeterminado de milicianos teria tentado entrar no recinto, o que pode aumentar o número de vítimas.

Entre os mortos há oficiais das forças de segurança e jornalistas. O hotel, que sofreu grandes danos, está situado na mesma rua que a sede governamental e é um lugar frequente de reunião e residência para muitos deputados somalis.

A explosão aconteceu pouco depois que foi realizada no local uma reunião dos serviços de segurança da Somália. Não há informações sobre a presença de altos funcionários no local durante o ataque, que já foi reivindicado pelo Al Shabab.

É a terceira vez em menos de um ano que o hotel SYL é alvo de um atentado com carro-bomba.

Em fevereiro deste ano pelo menos 12 pessoas morreram depois que um terrorista detonou um carro-bomba em jardins situados junto ao hotel, enquanto meses antes quatro pessoas faleceram em um atentado similar.

Nos últimos meses, Al Shabab realizou atentados contra vários hotéis e restaurantes da capital, o que aumentou a instabilidade de um país que dentro de poucas semanas realizará eleições legislativas e presidenciais.

A milícia islamita Al Shabab anunciou em 2012 sua adesão formal à Al Qaeda e luta por instaurar um Estado islâmico na Somália, onde controla grandes extensões de território no sul e o centro do país.