Rússia e EUA anunciam acordo para suspensão de hostilidades na Síria

Em Genebra

  • Fabrice Coffrini/AFP

    O chanceler russo, Sergei Lavrov (esq), o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura (centro) e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry (dir), encerram reunião a portas fechadas em Genebra, na Suíça

    O chanceler russo, Sergei Lavrov (esq), o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura (centro) e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry (dir), encerram reunião a portas fechadas em Genebra, na Suíça

Estados Unidos e Rússia chegaram neste sábado (data local) a um acordo inicial para uma cessação das hostilidades na Síria, que começará no próximo dia 12 e compreenderá a paralisação total de todas as operações de combate, incluindo os bombardeios aéreos.

O secretário de Estado americano, John Kerry, anunciou que foi decidido que, após um período de sete dias de respeito desta trégua, ambos países realizarão ataques coordenados contra posições dos grupos terroristas Frente Al Nusra e Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos