Holandês é detido em Mianmar por desligar um alto-falante durante sermão

Bangcoc, 26 set (EFE).- As autoridades de Mianmar detiveram um holandês que tirou tomada um alto-falante durante um sermão de monges budistas, ao qual acusam de insultar a religião majoritária no país, informaram hoje veículos de imprensa locais.

O detido é Klaas Haytema, de 30 anos, que permanece sob custódia policial desde o incidente ocorrido na sexta-feira à noite no distrito de Maha Aung Myay de Mandalay, no centro do país, segundo o jornal "Mianmar Times".

Um destacamento de soldados teve que proteger o holandês, que se viu obrigado a se refugiar em seu hotel perante uma multidão enfurecida que queria prendê-lo e que só se dispersou depois que as autoridades prometeram tomar medidas legais.

O monge que fazia o sermão, que acontece toda sexta-feira durante a quaresma budista, fez uma denúncia à Polícia contra o estrangeiro, o qual é acusada de "insultar os sentimentos e crenças religiosas", acusação tipificado no Código Penal local.

Esta mesma acusação foi apresentada em março de 2015 contra um neozelandês e seus dois sócios birmaneses, que foram condenados a dois anos e meio de prisão por publicar no Facebook uma foto de Buda com fones de ouvido para promover seu bar em Yangun.

O neozelandês foi libertado em janeiro deste ano por uma anistia do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos