Tufão Megi chega a Taiwan e deixa 3 mortos e 167 feridos

Taipé, 27 set (EFE).- A chegada do tufão Megi a Taiwan nesta terça-feira causou a morte de três pessoas e deixou 167 feridas, além de provocar transtornos em serviços e infraestruturas da ilha, informou o Centro de Resposta a Emergências, que calculou em 8.116 as pessoas que estão fora de casa.

Um dos serviços afetados foi o de energia elétrica, que foi cortado, deixando 2,66 milhões de cidadãos sem luz. Outro que sofreu com a passagem de Megi foi o sistema de transporte que está quase totalmente suspenso, com 408 voos cancelados, por exemplo.

As autoridades do país ainda não informaram onde e como aconteceram as três mortes, mas disseram que uma estrutura caiu do alto de um prédio e deixou várias pessoas feridas na cidade de Taichung.

As cheias do rio e os deslizamentos de terra e barro se espalharam por toda a ilha, especialmente nas zonas montanhosas. Com isso, o governo foi obrigado a fechar estradas, incluindo a principal delas que corta a costa leste de Taiwan, perante os desprendimentos de rochas e deslizamentos de terra e barro, explicou o Centro de Resposta a Emergências.

O metrô de Taipé suspendeu o funcionamento perante o risco que os ventos derrubem os trens e os ônibus não estão circulando na maioria das ruas da ilha, de acordo com o Ministério de Transporte.

Megi, que tocou a terra perto da cidade de Hualien às 14h (horário local, 3h em Braília), se encaminha rumo à China a 15 km/h com ventos constantes de 155 k/h e rajadas de até 191 k/h. O tufão deixará a ilha hoje à noite, mas só diminuirá efetivamente a sua influência em Taiwan na manhã de amanhã, segundo a previsão do Serviço Meteorológico Central de Taiwan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos