Distribuição de alimentos no Haiti acaba com 1 morto e 3 feridos

Porto Príncipe, 25 out (EFE).- Pelo menos uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas, nesta terça-feira, quando a Polícia Nacional do Haiti distribuía alimentos no sudoeste do país para os afetados pelo furacão Matthew, segundo informações da própria corporação.

A pessoa morta é uma adolescente de 16 anos que fazia parte de um grupo que recebia o donativo, na cidade de Dame-Marie.

De acordo a polícia, o incidente aconteceu quando a entrega dos alimentos saiu de controle por conta da desordem das pessoas e a jovem acabou sendo baleada durante a confusão.

Os feridos foram transferidos para um hospital da região, embora as autoridades não informaram sobre o estado de saúde deles.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), alertou ontem que a segurança alimentar de uns 800 mil haitianos está "seriamente" ameaçada depois que o furacão Matthew "devastou" há duas semanas a maior parte das plantações do país.

De acordo com um relatório realizado pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA), o governo do Haiti e a FAO, a situação é especialmente grave no litoral sul do país, onde o furacão tocou terra no início do mês.

Os últimos relatórios dos organismos de ajuda do Haiti afirmam que o fenômeno causou 573 mortes, além disso do deslocamento de 175.500 e o desaparecimento de 75 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos