Nicarágua mantém estado de emergência nacional por conta do furacão Otto

Manágua, 24 nov (EFE).- O governo da Nicarágua informou nesta quinta-feira que mantém o estado de emergência em todo o país por causa do furacão Otto, de categoria 2, que deixou em sua passagem 12 casas afetadas, delas três foram destruídas, e danos na infraestrutura, mas sem vítimas até o momento.

Em um novo decreto de emergência, o governo instruiu os ministérios de Estado e entidades descentralizadas, na área de sua competência, proceder de forma imediata à implementação de programas nas áreas afetadas pelo furacão Otto, que ajudem a remediar os efeitos negativos produzidos pela destruição de estradas, imóveis e infraestrutura.

Além disso, a realização de ações dirigidas para a reabilitação dos serviços básicos à população e as tarefas de reconstrução.

Também orientou que os governos regionais e municipais mantenham ativados os Comitês de Prevenção, Mitigação e Atenção de Desastres, para manter a vigilância, a fim de continuar garantindo cuidados adequados para milhares de pessoas desalojadas que estão nos albergues temporários.

O olho do furacão Otto deixou nesta quinta a Nicarágua sem deixar grandes danos e fortes chuvas, segundo o Sistema Nacional para a Prevenção, Mitigação e Atenção de Desastres (Sinapred).

Após dias no Caribe, Otto atingiu nesta quinta o município de San Juan, na Nicarágua, com categoria 2 Saffir-Simpson e ventos de 175 km/h, segundo o Instituto Nicaraguense de Estudos Territoriais (Ineter).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos