Passageiros começam a sair do avião líbio sequestrado

Roma, 23 dez (EFE).- Alguns passageiros, incluindo uma criança, conseguiram deixar o avião da companhia líbia Afriqiyah Airways que está no Aeroporto Internacional de Malta depois de ser sequestrado, conforme imagens da "TVM", a TV pública do país.

Todos desceram devagar e foram amparados por agentes de segurança. O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, informou em mensagem no Twitter que 25 mulheres saíram do avião.

Em uma postagem anterior, Muscat informou que no avião havia 111 passageiros (82 homens, 28 mulheres e uma criança) e sete membros da tripulação.

Jornais locais dizem que os autores do sequestro são dois indivíduos que disseram ter uma granada e que ameaçaram explodir o avião. Eles se apresentaram como seguidores do falecido ditador líbio Muammar Kadafi.

Ainda não foi revelado quem está conduzindo as negociações com os sequestradores e só foi informado que Muscat e o primeiro-ministro líbio, Fayez Al-Sarraj, conversaram por telefone.

A aeronave decolou da cidade sulina de Sebha às 10h (horário local) e se dirigia à capital, Trípoli, de acordo com a companhia aérea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos