Partido opositor pede sanção enérgica por subornos de Odebrecht no Panamá

Panamá, 27 dez (EFE).- O opositor Partido Revolucionário Democrático do Panamá (PRD) informou nesta terça-feira que a Justiça panamenha deve investigar detalhadamente os subornos outorgados pela Odebrecht no país centro-americano e pediu que ela seja sancionada com "energia" por estas transgressões.

O grupo político afirmou em uma declaração pública que espera que o governo e as autoridades judiciais averigúem esta situação "sem seletividade de nenhum tipo porque a corrupção não pode continuar sendo o norte na administração da coisa pública".

"A corrupção equivale a tirar de nosso povo, sobretudo dos setores mais vulneráveis, recursos que poderiam ser destinados à educação, à moradia ou à saúde", segundo o PRD.

Nesse sentido, o partido destacou que espera que haja responsabilidade na investigação e transparência no trato dos casos que possam se desprender dela, "mas antes de tudo energia na sanção das transgressões que forem descobertas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos