Justiça alemã considera autêntico vídeo em que Amri se declara seguidor do EI

Berlim, 29 dez (EFE).- A Procuradoria Federal da Alemanha considerou nesta quinta-feira como autêntico o vídeo em que o suposto autor do atentado do último dia 19 em Berlim, o tunisiano Anis Amri, se declara seguidor da organização jihadista Estado Islâmico (EI).

A pessoa que aparece na gravação, que surgiu dias depois do atentado contra uma feira de rua natalina na capital alemã, é Amri, indicou uma porta-voz da Procuradoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos