Viúva de Pinochet é hospitalizada após divulgação de seu depoimento à Justiça

Santiago do Chile, 29 dez (EFE).- Lucía Hiriart, viúva do falecido ditador chileno Augusto Pinochet, foi internada nesta quinta-feira no Hospital Militar de Santiago do Chile, horas depois que foi divulgado na imprensa local o texto de seu depoimento em 14 de dezembro como acusada de crimes financeiros.

Fontes do hospital militar indicaram que Lucía, de 94 anos, sofre com problemas respiratórios, e algumas pessoas próximas de sua família indicaram que ela será submetida a uma revisão médica.

Esta é a quarta vez em que Lucía Hiriart é hospitalizada este ano, todas elas por período curtos, devido a problemas respiratórios. A última vez foi no dia 21 de novembro.

O jornal "El Mercurio" publicou hoje o depoimento prestado pela viúva do ditador em 14 de dezembro como acusada por suposta apropriação de bens e desvio de verba da Fundação Beneficente Cema Chile, da qual foi designada presidente perpétua por Augusto Pinochet durante a ditadura (1973-1990).

Lucía, segundo o texto, negou todas as acusações e garantiu que "nenhum centavo da Cema Chile" passava por ela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos