Polícia belga faz operação de busca e apreensão contra terrorismo em Bruxelas

Em Bruxelas

  • Filip de Smet/AFP

    Policial participa de operação no bairro de Molenbeek, em Bruxelas (Bélgica)

    Policial participa de operação no bairro de Molenbeek, em Bruxelas (Bélgica)

A polícia da Bélgica realizou neste sábado (14) várias operações de busca e apreensão no bairro de Molenbeek, em uma ação antiterrorismo comandada pela Procuradoria de Bruxelas.

Apesar de os promotores não terem informado sobre o número de imóveis registrados e prisões efetuadas na operação, a emissora "RTL" afirma que várias pessoas foram detidas pelos agentes.

Várias ruas do bairro, que ficou conhecido por ter servido de refúgio para os responsáveis pelo atentado terrorista de 11 de novembro de 2015 em Paris, foram tomadas pelos policiais. Um helicóptero também sobrevoou a região.

A intervenção, que segundo a imprensa belga segue em andamento, recebeu o reforço de agentes das tropas especiais. A emissora "VRT" afirmou que veículos blindados foram deslocados para a região e que policiais estão nos telhados de vários imóveis.

Além disso, a "VRT" afirma que outros pontos de Bruxelas também estão sendo alvo de ações semelhantes.

A Polícia Nacional da Bélgica executou a operação, comandada pela Procuradoria de Bruxelas. Segundo a "RTL", o caso ainda não foi levado ao Ministério Público Federal, encarregado da investigação dos ataques de Paris, em 2015, e na capital belga, em 2016.

A emissora afirma que a operação de hoje pode se tratar de um "caso isolado" e não da ação de um grupo terrorista organizado.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos