Colômbia expulsa israelense que ameaçou explodir bomba em aeroporto de Bogotá

Bogotá, 24 fev (EFE).- As autoridades migratórias da Colômbia expulsaram nesta sexta-feira do país o israelense, Yossef Bronfen, que ameaçou explodir uma bomba porque seu voo entre Bogotá e Barranquilla se atrasou, informaram fontes oficiais.

Bronfen, de 48 anos, não poderá retornar ao país nos próximos dez anos, informou a autoridade de migração em comunicado no qual acrescenta que a medida foi tomada depois que um juiz determinou que "os fatos não eram judicializáveis".

O israelense, detido na quarta-feira em Bogotá, entrou como turista na Colômbia em 13 de fevereiro e tinha previsto viajar para Barranquilla para o carnaval.

A informação explica que a demora na expulsão de Bronfen obedeceu à necessidade de conseguir uma rota alterna para transportá-lo até Tel Aviv, após a recusa das autoridades da Turquia de permitir o trânsito do israelense por seu território.

O incidente com Bronfen ocorreu na quarta-feira passada no aeroporto internacional de Bogotá. Depois da situação, o estrangeiro foi detido pelas autoridades que não encontraram nenhuma bomba.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos