Ministro britânico vincula ataque em Londres ao terrorismo islâmico

Londres, 23 mar (EFE).- O ministro da Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, disse nesta quinta-feira que o governo e as forças de segurança trabalham com a teoria de que o atentado cometido ontem em Londres está ligado ao terrorismo islâmico.

Em entrevista à emissora "Rádio 4" da "BBC", Fallon disse que, embora a investigação esteja em curso, "presume-se que o caso está relacionado de alguma maneira com o terrorismo islâmico".

"Isto é o que se assume neste momento, embora (a polícia) ainda não tenha uma imagem completa deste homem e seus cúmplices e quem pôde, ou não, ajudá-lo a preparar este atentado", declarou o ministro.

"Não é nenhuma casualidade que este ataque tenha sido em Westminster, porque é em Westminster (sede do parlamento) onde debatemos as diferenças, agudas diferenças, muito livre e respeitosamente entre nós, e este tipo de terrorismo islamita não respeita essas diferenças", acrescentou.

O ministro disse ainda que a polícia investiga se o agressor, que foi abatido a tiros pelos agentes após atropelar transeuntes e apunhalar um policial, atuava sozinho ou se recebeu ajuda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos