Polícia de Bangladesh mata 2 terroristas em operação após sequestro

Daca, 26 mar (EFE).- Dois terroristas que estavam entrincheirados há três dias em um edifício do norte de Bangladesh após sequestrarem várias pessoas na última sexta-feira foram mortos por agentes das forças de segurança neste domingo.

"Os membros das forças de elite enfrentaram dois deles e podemos confirmar que estão mortos. Um deles levava um colete carregado de explosivos e o detonou durante o tiroteio", afirmou em entrevista coletiva o general do Exército de Bangladesh Fakhrul Ahsan.

Segundo Ahsan, ainda há pessoas dentro do edifício, que fica na cidade de Sylhet. No entanto, o general não soube informar quantos deles são terroristas. Ontem, as forças de segurança conseguiram libertar 78 moradores do imóvel que eram mantidos reféns no local.

"Eles estão usando artefatos explosivos caseiros e armas curtas. Existem alguns riscos, por isso não estamos nos precipitando para concluir a operação", explicou o general.

Um duplo atentado registrado ontem a poucas centenas de metros do imóvel deixou seis mortos, entre eles dois policiais, e 53 feridos. Dois homens passaram em uma moto e jogaram uma bomba contra um grupo de pessoas que estava reunido na rua.

Entre os feridos no ataque está o chefe do serviço de inteligência da tropa de elite da polícia de Bangladesh, Abul Kalam Azad, que foi levado a um hospital de Daca por causa da gravidade de seu estado de saúde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos