Continua fuga de homem que matou outro ao vivo pelo Facebook nos EUA

Washington, 16 abr (EFE).- O homem que transmitiu neste domingo ao vivo pelo Facebook como matava outro em Cleveland (Ohio), nos Estados Unidos, continua à fuga "armado e perigoso", segundo informaram em coletiva de imprensa as autoridades locais.

Calvin Williams, porta-voz da Polícia de Cleveland, disse que só confirmaram o assassinato gravado no Facebook e que não há nenhum indício dos outros supostos 15 que o suspeito assegurou ter cometido em outra gravação.

O agente pediu ao suspeito, identificado como Steve Stephens, que que se entregue às autoridades porque "claramente tem um problema" e seus atos de hoje "não têm sentido".

O prefeito da cidade, o democrata Frank Jackson, lhe pediu que "não cause mais dano" porque as autoridades sabem "quem é" e vão "pegá-lo".

A Polícia de Cleveland faz uma grande operação para localizar Stephens, a quem descreveu como um homem calvo, com barba abundante, camiseta com listras azuis e que dirige um veículo branco, como pode constatar-se no vídeo.

Segundo a rede "CNN", o FBI já está colaborando com a polícia local em suas investigações.

"Isto tem que acabar hoje", destacou Williams, confirmando que o homem assassinado foi uma vítima que Stephens escolheu ao acaso.

No vídeo, que alguns meios postaram em seus sites, mas que o Facebook retirou, pode se ver como Stephens guia seu veículo dizendo: "Encontrar alguém que vou matar, este cara aqui mesmo, este cara velho".

Em seguida, desce do veículo e diz ao homem que pronuncie o nome "Joy Lane" porque "ela é a razão do que está a ponto" de acontecer a ele.

A vítima tenta explicar-lhe que não sabe de que ele está falando, mas Stephens atira e mata o homem.

Depois, volta a seu veículo com a intenção de encontrar novos alvos.

Em seu perfil do Facebook, Stephens publicou, além disso, uma mensagem sobre Joy Lane, que aparentemente é sua ex-namorada, no que diz: "Fiquei três anos com esta raposa, tomara nunca a tivesse conhecido".

"Perdi tudo o que tinha no jogo. Não vou entrar em detalhes mas cheguei ao limite, estou realmente em uma merda de assassinato. Facebook, você tem quatro minutos para me dizer por que não deveria estar no corredor da morte. #equipecorredordamorte", escreveu em outra nota no Facebook.

As autoridades não deram mais detalhes do fato por enquanto, sobre o qual receberam "centenas de pistas", mas advertem aos moradores da cidade de que o suspeito está armado e é perigoso, pelo que devem ficar em suas casas e evitar se aproximar dele se o vir. EFE

cg/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos