Pelo menos 30 jihadistas morrem em combates com forças da FSD no na Síria

Cairo, 22 abr (EFE).- Pelo menos 30 membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nas últimas 24 horas em combates com as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas, ao norte da Al Raqqa, a principal fortificação jihadista na Síria.

Nos enfrentamentos, as FSD, que contam com o apoio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, tomaram o controle da localidade de Al Hazima, situada 16 quilômetros ao norte da Al Raqqa.

Os confrontos explodiram quando os combatentes do EI lançaram uma ofensiva contra duas localidades da região (Al Hukumiya e Al Tishrin). As milícias rebeldes repeliram o ataque e lançaram uma contraofensiva, na qual conseguiram tomar o controle de Al Hazima.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que a aliança armada, que também é integrada por milícias árabes, assírias (um grupo étnico de credo cristão) e circassianas, entre outras, sofreu baixas em suas fileiras, mas não deu mais detalhes.

No último dia 13 de abril, as FSD anunciaram o início da quarta fase da ofensiva "Ira do Eufrates", que começou em 6 de novembro do ano passado com o objetivo de expulsar ao EI de Al Raqqa.

As FSD conta com o apoio dos aviões da coalizão internacional e de forças especiais dos EUA por terra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos