May visita hospital de Manchester após atentado

Manchester (R.Unido), 23 mai (EFE).- A primeira-ministra britânica, Theresa May, realizou nesta terça-feira uma visita privada ao hospital infantil de Manchester, onde algumas vítimas do atentado de ontem à noite estão sendo tratadas, confirmou um porta-voz do 10 de Downing Street, seu escritório oficial.

May se deslocou a Manchester (norte da Inglaterra) após realizar uma reunião do comitê de emergência Cobra para avaliar a magnitude do ataque, que deixou até o momento 22 mortos e 59 feridos, entre eles vários menores.

A primeira-ministra, que tem previsto realizar nesta tarde outra reunião de emergência, cuja hora e local não foram divulgados, também se reuniu com membros do corpo policial de Manchester, segundo a fonte oficial do Governo.

Nesse encontro esteve presente o prefeito da cidade, o trabalhista Andy Burnham, segundo confirmou o seu escritório.

De acordo com os últimos dados oficiais, 12 menores de 16 anos estão entre os 59 feridos no ataque, produzido por um terrorista suicida que detonou um explosivo de fabricação caseira à saída da Manchester Arena, na qual que a cantora Ariana Grande acabava apresentar um show.

O porta-voz de Downing Street indicou que May não alterará sua agenda e irá, como estava previsto, às reuniões do G7 na Sicília e à Cúpula da Otan em Bruxelas.

"A cúpula do G7 e da Otan continuam (na agenda) como estava previsto", confirmou essa fonte governamental, que acrescentou que "a Otan tem um papel fundamental a desempenhar na luta contra o terrorismo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos