Polícia de Londres diz que vai vigiar também eventos de capacidade reduzida

Londres, 23 mai (EFE). - A Polícia de Londres informou nesta terça-feira que mudará as suas diretrizes de segurança vigentes após o atentado de ontem à noite em Manchester e começará a controlar possíveis ameaças em eventos menores, que até agora eram alvo da atenção das forças de segurança.

"Agentes especiais da nossa equipe de planejamento e especialistas em segurança estão revisando detalhadamente os planos para futuros eventos na capital. Isto inclui dar mais atenção a eventos mais reduzidos, onde não havia presença policial", apontou a Scotland Yard em comunicado, destacando que aumentou o número de patrulhas na capital britânica após o atentado suicida que deixou 22 mortos e 59 feridos no final da apresentação da cantora americana Ariana Grande.

O comandante Jane Connors advertiu que nos próximos dias os cidadãos vão observar mais agentes armados em shows, shoppings, meios de transporte e estádios de Londres. A Polícia já está em contato com os organizadores de diversos eventos programados na capital britânica para garantir que coloquem em prática "os últimos conselhos de segurança e proteção".

A "Operação Hércules", que organiza o desdobramento de agentes armados na capital britânica, vai aumentar com o objetivo de "fazer de Londres um ambiente tão hostil quanto for possível para um eventual criminoso".

"Isso significa que as localizações, os tipos de tática e o número de agentes mudará a cada momento e de forma contínua, para ser mais eficiente e evitar a previsibilidade", apontou a Scotland Yard.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos